terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Há vivos que aparecem de vez em quando

Muito depois de já estabelecido um quadro caótico em Campos, em função do crime ambiental que atingiu o rio Paraíba do Sul e das chuvas que caíram sobre o município, eis que aparece o deputado federal e candidato a prefeito derrotado Arnaldo Vianna. Segundo disse há pouco João Oliveira, no programa de rádio e (desde as nove horas só na) TV De olho na cidade, o parlamentar está em Ururaí, localidade em que perdeu feio para Rosinha –certamente pelo pouco que fizeram ele e seu pupilo Alexandre Mocaiber por quem mora naquela região.
É lugar-comum entre os políticos desta planície aplicar o adjetivo ordeiro ao povo de Campos. Não parece exagero pensar que, ao usar tal termo, boa parte desses políticos queira dizer simplesmente cordeiro, no sentido figurado da palavra. Só mesmo o fato de serem os campistas (c)ordeiros e/ou a gravidade da situação de Ururaí para explicar a boa recepção de Arnaldo na localidade –se é que isso está ocorrendo, pois não há nem certeza de que ele está lá.
Como já se disse antes aqui, numa hora dessas não se pode escolher, entre os que se dispõem a ajudar, aqueles a quem recorrer. Mas pareceu inevitável comentar mais essa atuação do político, só não mais deprimente porque o quadro exige, cedo ou tarde, participação de todos, cada um contribuindo da forma que puder ou quiser (embora entrar em ação por opção –e não por obrigação não devesse ser atitude de um deputado federal).
Mais uma vez, nota-se que até em termos de auto-promoção Arnaldo Vianna é fraco. O que será dele apenas como parlamentar e sem o controle mais ou menos indireto da máquina municipal?
Atualização (18:37): revisão do texto.

5 comentários:

Anônimo disse...

muito lindo todos os seus comentarios , sem colocar em consideração que vc n passa de um pussa saco da ala rosinha garotinho. gostaria de ler todo o seu comentario e dizer, que comentario feliz, mas me deparo com um pessoa q so sabe colocar lenha na foqueira.diante d uma cituação q nossa cidede estar passando, acho q vc deveria colocar uma bota e ir la ajudar a comunidade enquando so sabe criticar.

Gustavo Landim Soffiati disse...

Se eu me valesse do binarismo que orienta seu comentário (nota 10 em ortografia e gramática), diria então que você é puXa-saco (com x e hífen)da ala Arnaldo. Mas não me julgo assim tão simplório!
Será que você colocou uma bota e foi lá ajudar? Eu não cheguei a fazer isso, mas, como cidadão (que poderia nada fazer, se fosse alienado em relação a problemas como o que comentei) passei a manhã no colégio onde trabalho em Ururaí, colaborando como pude. Como não houve aula, professores e alunos foram dispensados. Eu poderia voltar para casa mais cedo ontem. Mas não só fiquei toda a manhã no CEDOA, como voltei para lá à tarde, turno em que não trabalho na instituição.
A meu ver, já dei atenção demais a um anônimo. Antecipo que não responderei mais a nenhum comentário que você venha a postar aqui.

Zeca Diabo disse...

Podia dormir sem essa anônimo do Alnaldo/ Mocaiber. Por falr em Mocaiber, alguém poderia me dizer por onde andas o pobre, desamparado e perdido (falei PERDIDO) o já ex-prefeito Mocaiber?

Zeca Diabo disse...

Dizem que o prefeito está com virus, será o virus de bruçus...kkkkkkkk
Não podia perder a piada...kkkkkk

Xacal disse...

Seguem os quadrilheiros do telhado de vidro a enxergar toda crítica como adesão aos girondinos da lapa...

Pobres almas que só vêem o mundo em duas dimensões: napoleão da lapa e popozão melancia vianna...