domingo, 28 de junho de 2009

(Id)entidade virtual?

Depois que fez as pazes com suas postagens (não é isso, Fábio Siqueira?) e resolveu voltar a abastecer seu veículo com textos e, sobretudo, notas, este Soprador de Vidro continuou enfrentando dificuldades com a periodicidade. Mas não tem dado muita bola para isso. O fato é que as atividades profissionais e familiares não têm permitido que ele se dedique tanto quanto gostaria ao blog.
Também por conta dessas atividades, ele resolveu comparecer ontem e hoje à festa junina da Comissão de Entidades Sociais e Assistenciais (Coesa), nos fundos do Teatro Trianon. E decidiu publicar esta nota num intervalo desta noite, pouco depois de um encontro no evento com o Secretário de Governo da Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes, Roberto Henriques.
Mas não se apressem os mais afoitos a pensar que se trata de colunismo social ou algo do gênero. O que motivou o desejo de escrever esta nota foi um comentário do secretário, que, como sabem todos, é sempre muito cortês (mesmo com os adversários). Cumprimentando o proprietário deste blog pelo nome que este deu ao veículo, Roberto revelou que já comentou com alguns blogueiros da planície goitacá que acredita ser A TroLhA (o periódico virtual e seu responsável) uma entidade. Segundo ex-vice-prefeito, alguns bloguistas (este foi o termo usado por ele, mas, antes, também por Nelson Nahim), quando não têm coragem de revelar seu lado mais radical, apelam para A TroLhA e lá postam o que não publicariam nos veículos em que assinam com seus nomes. Mais ainda: Henriques disse ter comentado isso na presença de certos bloguistas, que, ao ouvirem o que ele disse, cutucaram-se com os cotovelos. Quem seriam eles? Estaria o ex-vice-prefeito tentando colher algo deste escriba? Pois saiba Roberto que, em casos como esse (e só neles), este Soprador de Vidro é como aqueles políticos que, diante de casos de corrupção em seus governos, nunca sabem de nada.
Atualização (29/06 – 10:21): correção – substituição de mesmo os adversários por mesmo com os adversários.

7 comentários:

Marcos disse...

O ilustre secretário merece uma "Trolhada", certo? Com todo respeito...

Gustavo Landim Soffiati disse...

Então quer dizer que você se confessa um dos responsáveis por A TroLhA? Rs.

Xacal disse...

todos nós somos...

não há, nem nunca houve, de parte dos editores da TrOLha, nenhuma pretensão em se tornar um uma esfera pública-secreta(por mais paradoxal que isso pareça)do debate político da cidade...

o palpite do secretário é baseado em uma constatação que nos entristece, de certa forma, enquanto nos envaidece por outro lado...

em Campos dos G., não há coragem e e tolerância suficiente para que as críticas, por mais ácidas que sejam, aconteçam e enriqueçam debate...

a Trolha é esse espaço: para o bem e para o mal...

o secretário é mesmo da estirpe dos patetas, não há como negar...

Gustavo Landim Soffiati disse...

Que fique o registro de mais uma pessoa que levanta suspeitas sobre a identidade do responsável por A TroLhA. O mais curioso é que, ao contrário de outros que fizeram isso antes (conforme registrou certa vez Fábio Siqueira, houve quem considerasse Roberto Moraes e até mesmo este escriba figuras escondidas sob o pseudônimo de Xacal), Henriques atribui agora autoria coletiva ao que sai em A TroLhA.

Di Donato: disse...

Para ser Xacal
tem que ter olhos de Lince
faro de cão perdigueiro
velocidade dos guepardos
e Trolhas de Elefantes

M.C.O. disse...

Xacal é o 'inconsciente coletivo'da Planície...
Se o Secretário acha que tem uma 'multidão' envolvida, então é melhor começar a se preocupar (eles, não a 'coletividade Trolhense' - ou Trolhuda, sei lá!).

Anônimo disse...

Só sei que sendo um ou uns ele é lido por muitos e somos todos cúmplices de suAs trolhadas!